WC

portabanheiroBons tempos em que as portas de banheiro eram claramente identificadas com um  singelo “H” ou “M” ou com bonequinhos primitivos que uma criança de dois anos seria capaz de identificar. Hoje em dia, quanto mais moderno se proclama o estabelecimento, maior é a tentativa de tentar ser criativo ao diferenciar o banheiro masculino do feminino. Surgiram ícones tão indecifráveis  nas portas, que por vezes eu achei mais conveniente me segurar do que arriscar. Na hora do aperto, tentar inferir o que quer dizer uma boina, um berrante,um traço ou um simples elemento gráfico não é das coisas mais fáceis. O risco de invadir o banheiro do sexo oposto ficou cada vez maior e além de ser uma garantia de constrangimento, passou a ser também a comprovação de déficit intelectual para decifrar as charadas das portas.Designers e decoradores precisam ser lembrados que antes de ser bonito, o objeto tem que cumprir a finalidade a que se destina. Símbolos de porta de banheiro não foram feitos para criar dúvidas nas vítimas angustiadas, foram feitos para te levar o mais rapidamente possível ao seu destino…Placas-de-Banheiro-3

Das nuvens para a sala

As férias estão chegando.Perspectiva de aeroportos lotados, voos atrasados e a retomada daquele sonho reprimido de ter o seu próprio avião, se possível decolando da rua de casa. Seria o fim das  barrinhas de cereais, do meio copo de refrigerante quente, das disputas pelo espaço do bagageiro e da exposição a aeromoças feias e mal humoradas . Enquanto isto não se materializa (na verdade, para colocar as coisas em uma perspectiva mais realista, estou triste pelo fechamento da Webjet ! Isto impacta mais o meu dia a dia…), sou obrigado a literalmente voltar para terra e sofrer com as privações de  um passageiro mortal. Como forma de atenuar a minha frustração enquanto não posso comprar minha própria aeronave, vi que posso pelo menos sonhar com as poltronas do avião. Sim, no site www.boeingstore.com , além de todo tipo de quinquilharia aeronáutica, pode-se comprar poltronas de avião como elementos de decoração para colocar na sala…Por US$ 2450,00 você leva para casa um par de assentos de primeira classe de um Boeing 777 (para comprar um par de assentos da classe econômica de um velho 737, o desembolso é de US$ 1950,00) . É o primeiro passo rumo ao meu avião..é necessário acreditar sempre…Imagino que para alguns outros consumidores as poltronas no mínimo servirão para seus filhinhos brincarem (brincar de casinha está fora de moda) ou para ajudar a materializar (com riscos sensivelmente menores e com maior conforto) alguma fantasia erótica que possam ter …Poltronas Lafer que se cuidem…

Captura de Tela 2012-11-30 às 20.23.39Captura de Tela 2012-11-30 às 20.18.41






assento1

Raios nas ruas

Andar a pé em São Paulo não é das tarefas mais fáceis. As calçadas parecem uma prova de cross country em que você precisa driblar tampas de bueiro abertas, postes no meio do caminho, caçambas com restos de material de construção, sacos de lixo  e os infalíveis detritos que alguns donos de cachorros adoram deixar para brincar de simular um campo minado. Quando finalmente você consegue avançar em sua jornada, chega a hora de atravessar a rua. Novo desafio: carros que param em cima da faixa (quando a faixa existe), motoristas apressados que querem avançar o sinal com medo de assaltos, motoboys que assumem que a direita é livre e que a preferência é deles…Enfim, uma jornada épica. Vi no site www.yankodesign.com, uma tentativa de  transformar a vida do pedestre em algo mais protegido. Totens que emitem raios lasers e que se transformam em barreiras visuais (e virtuais) para ajudar os cidadãos a atravessar as faixas. Logicamente não impedem que  alguém queira brincar de espada de Jedi e cruzar o raio no momento errado mas com certeza ajuda na sinalização e proteção do trânsito. Idéia para o futuro. Simples e inteligente, é um uso bem melhor para o laser do que ficar brincando de cegar o goleiro do time adversário ou projetando o  raio no apartamento do prédio vizinho, principais funções atuais da tecnologia.

A força da camisa

É difícil para alguém que não acompanha futebol dar algum valor aos uniformes dos times. Para homens aficcionados no entanto, o que é feito com a camisa do seu clube do coração tem valor equivalente ao dedicado pelas mulheres ao escolher o seu traje para uma festa. Existem casos óbvios de rejeição, como a camisa que a seleção brasileira utiliza atualmente e que tem uma faixa verde no peito e se transformou em uma quase unamidade de atentado ao bom gosto. A explicação de que a faixa serve como um escudo para proteger os guerreiros que vão para a batalha piorou ainda mais o negócio e os novos modelos já aposentarão a tarja.

O uniforme da seleção brasileira. Unanimidade de atentado estético.


Em escala menor, foi divertido ver a reação dos torcedores da Portuguesa ao uniforme reserva da equipe apresentado recentemente. A camisa que historicamente sempre foi branca, agora conta com patrocinadores roxos e laranjas (um deles inclusive é um açougue), detalhes vermelhos e verdes, números pretos. Enfim, foi rapidamente qualificada nas redes sociais com elogios como abadá e carro alegórico.

A nova camisa 2 da Portuguesa que despertou a ira dos torcedores


A pequena mas ativa torcida do time se mobilizou para que a Lupo, fabricante dos uniformes, se manifeste e explique como conseguiu fazer uma peça de gosto tão duvidoso.
Em silêncio, o Santos, uma equipe tradicional com o seu branco e preto,anunciou que terá um terceiro uniforme,de cor azul turquesa para fazer referência ao mar da cidade (seria azul turquesa a cor mais adequada ? Santos não me parece ter um mar,digamos assim, caribenho…). Estou esperando para ver, mas o potencial de ser uma catástrofe de dimensões oceânicas é bem grande. Bem mais acertado e envolvente foi o que fez o Banfield,um time de tamanho médio da Argentina. Resolveram fazer uma votação via Facebook para que a torcida eleja os seus uniformes para 2012. Terá a aprovação dos torcedores, venderá mais camisas e todos ficarão felizes. Com paixão da torcida e com a força de uma camisa não se brinca !

As opções para que o torcedor escolha os novos uniformes do Banfield

Tem gente querendo resgatar a Comic Sans das trevas…

Quem utiliza o computador há bastante tempo e foi criado sob a dominação do Word, tem como membros da família as fontes oferecidas pelo programa. Times New Roman, Arial e Comic Sans são velhos conhecidos. No meu caso particular, eu optei há alguns anos por expulsar da minha vida e deserdar completamente o Comic Sans.
Para quem não teve o prazer de ser apresentado, o Comic Sans é um tipo de letra que tenta reproduzir a escrita de uma criança de mais ou menos cinco anos. Tem a aspiração de ser engraçadinha e fofinha (no diminutivo mesmo). Já a vi sendo utilizada no mundo corporativo nos mais diversos documentos: coisas sombrias e macabras como documentos que tratavam de desligamentos de funcionários e projetos de viabilidade de fábricas eram alegremente redigidos de forma saltitante em Comic Sans. Esta exposição excessiva, nos locais menos adequados, contribuiu muito para a minha completa aversão a coitada da fonte. Descobri que não estava sozinho e existem sites como o http://www.bancomicsans, pedindo que a Comic Sans seja erradicada da Internet. Do meu mundo, ela já sumiu…foi para as trevas.
Como este é um espaço democrático, informo que na contramão da minha visão de universo, descobri no
http://www.mashable.com que dois designers franceses,Thomas Blanc and Florian Amoneau estão liderando um projeto para resgatar a imagem da Comic Sans. A base do projeto é mostrar para as pessoas como seria o mundo se as logomarcas mais conhecidas da face da terra utilizassem a fonte perseguida. Em alguns dias no ar, o site deles (http://comicsansproject.com/) recebeu uma chuva de manifestações de solidariedade a causa.

O que eles pretendem conquistar agora ? Inspirados pela “fama” repentina pretendem arranjar empregos em agências de publicidade em Paris. Quero ver se terão coragem de mandar os seus currículos redigidos em Comic Sans…

Tudo é relativo

Continuo desfilando pelas ruas com o meu super Azera pop fashion, portanto fiquei feliz e um pouco aliviado em ver o novo comercial/viral do Fiat Cinquecento valorizando o design do carrinho. Não é assim um Mini Cooper (passa longe aliás…) mas como estou comparando tudo com o estilo da minha banheira negra made in Seul, o Cinquecento parece uma obra dos deuses !

)

O pesadelo está em minha garagem

Quem me conhece um pouco mais sabe que eu tenho um certo TOC com a estética das coisas. Fontes misturadas em uma mesma apresentação de power point são capazes de me tirar o sono e sou realmente capaz de escolher um produto em função de uma embalagem que eu ache mais bonita e pagar mais por isto. Deve ser o traço feminino da minha personalidade ou meu lado marketeiro mas cada um tem suas manias e esta definitivamente é uma das minhas. Quando falamos de carros então este meu TOC se potencializa. Existem carros maravilhosos, com design incrível, charme e estilo e aqueles que não tem personalidade alguma e que realmente eu não entendo como caem no gosto do povo. Não estou falando de preços, estou falando de estilo mesmo…Os carros coreanos para mim se enquadram na categoria do que existe de pior em termos de estética e já tive discussões profundas com proprietários alegres e saltitantes de Tucsons e Sportages. Respeito mas realmente abomino…Pois bem, meu carro (que também não é nenhuma masterpiece do design contemporâneo diga-se de passagem…) quebrou e hoje fui agraciado com um carro reserva que gentilmente vieram me entregar em casa. Quando vejo, o rapaz da locadora me entrega a chave de um legítimo puro sangue coreano. Estou em choque e em conflito. Pensei em mandar colocar um insulfim para não ser visto dentro (sim, pior de tudo é que o carro ainda tem vidros transparentes e certamente amanhã encontrarei todo mundo no trânsito), em fazer home office, em me fantasiar mas achei todas as reações um tanto imaturas. Terei um test drive forçado de um coreano legítimo nos próximos dias. Só peço uma coisa: se por acaso eu disser que gostei, me internem imediatamente !

Posts anteriores

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Rumo a um bilhão de hits

  • 65.901 hits

Páginas mais populares

outubro 2019
S T Q Q S S D
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
%d blogueiros gostam disto: