Cadê minha mala ?

Viagem longa.  A esteira começa a rodar. As malas surgem. Os passageiros retiram sua bagagem  e  seguem para  os seu destinos. A esteira para. Permaneço olhando para o vazio, esperando que um milagre ocorra, minha mala surja e eu também possa prosseguir minha jornada. Entro em fase de negação, não é possível que justo a minha mala não apareça. Por que comigo ? Mais dois minutos de paralisia e a letargia é vencida. A mala não veio mesmo. Hora de procurar o balcão da empresa aérea. A funcionária,com aquele bom humor característico, me faz quase pedir desculpas por ter perdido minha mala e estar dando trabalho. Começa o interrogatório:

-How is your suitcase ? Describe it to me.
Samsonite , black, medium size, 4 wheels
– This is not distinctive ! There are many black bags
Pois é…esta é a realidade do mundo…
– What do you have in the bag ?
– One suit, shirts, paints,underwear…
– This is not distinctive  !
O que ela esperava que eu dissesse ? Que eu tinha uma fantasia de Homem Aranha ?
Tento argumentar que de fato existem milhares de Samsonites pretas, com um terno, camisas, calças e cuecas mas que aquela era minha realidade. Argumento que o melhor jeito de reconhecer a dita cuja é mesmo pelo comprovante de bagagem. Contrariada, a general parece concordar e procura pela mala em seu sistema.
Vou embora para o hotel e depois de pouco tempo  a eficiência americana finalmente aparece. Uma chuva de e-mails seguidos da cia aérea pedindo desculpas  e me direcionando para o www.whereismysuitcase.com (sim,isto existe), onde fui informado que a mala havia sido encontrada, quem era o motorista que a traria e finalmente confirmando o horário e para quem a mala foi entregue.  Reencontrei a minha Samsonite preta intacta depois de algumas horas. Dá um alívio…

Milhas e milhas

Você já entrou em um avião em que todo o compartimento de bagagem acima de sua cabeça estava lotado e as aeromoças desaparecem misteriosamente ao invés de ajudar  ? Você teve sentimentos pouco nobres ao ver alguém embarcar com um urso de pelúcia gigante, com um berimbau, um violão ou sacolas embaladas com aquele plástico Magipack ?

Os passageiros resmungam, o vôo atrasa e as companhias aéreas perdem dinheiro. Como convencer os passageiros a despacharem seus cacarecos e enfrentarem o risco de bagagem perdida e horas nos carrosséis esperando suas coisas ? Que tal algum benefício ? Pois é. É isto que a American Airlines começará a fazer de modo experimental nos Estados Unidos.

“Through November 22, 2011, American Airlines will offer AAdvantage® elite status members the opportunity to earn a minimum of 500 AAdvantage bonus miles for checking bags on flights departing Boston Logan International Airport (BOS).

Earning the bonus miles is easy – simply visit a BOS Self-Service Check-In machine on the day of your departure and follow the normal steps to check-in with bags. Check at least one bag under your own name to earn the bonus miles, which will automatically post to your AAdvantage account five business days after you have completed the travel associated with your itinerary. As a reminder, all AAdvantage elite status members are entitled to check two bags free of charge (within current size and weight limits) in addition to earning the bonus miles with this special offer.”

Ela dará milhas adicionais para quem despachar as coisas no check-in ! Alguém fez a conta de que o que eles gastarão com milhas sairá mais barato do que as horas perdidas em terra por atrasos de vôos. Também deve estar na conta o prejuízo com o s espertos que despacharão caixas vazias apenas para ganhar umas milhas a mais !

Posts anteriores

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Rumo a um bilhão de hits

  • 62.628 hits

Páginas mais populares

novembro 2018
S T Q Q S S D
« jun    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  
%d blogueiros gostam disto: