A próxima onda

obama-turkey-pardon-del-blogAinda estou sob o impacto da Black Friday tupiniquim. Não por ter aproveitado os generosos descontos concedidos sobre preços gulosamente aumentados na véspera, a  “Increase Thursday”, mas por ver como o comércio brasileiro foi capaz de incorporar em gênero, número e grau mais uma tradição americana. Esqueça “liquidação do lápis vermelho”, “bota fora”, “saldão”…Nós agora também temos Black Friday ! Rumo ao primeiro mundo ! Brasil-il-il-il !

O “Black Friday” verde amarelo, foi consistente… Seguiu perfeitamente os passos do Halloween, praga que se alastrou a partir das inocentes escolinhas e inglês de bairro. Começou silencioso, clandestino e em menos de 3 anos, você tem impressão que sempre esteve por aqui. É verdade que ainda podemos evoluir…Faltou o camping de véspera, nas portas do Shopping Cidade Jardim e do Iguatemi JK, para a invasão  das lojas já às 7 horas  da sexta feira sagrada.Ano que vem isto possivelmente ocorrerá…aí sim estaremos com padrão USA.

Alguém tem alguma dúvida do que mais nos aguarda em breve ? Thanksgiving…Estou impressionado pela demora em ver um boom na venda de perus na última semana de novembro…Daqui a alguns poucos anos, será inevitável ver as famílias se reunindo para comemorar a data. Ainda nesta encarnação, tenho certeza que verei o presidente da república, do alto da rampa do palácio do Planalto, concedendo o perdão e salvando a vida de um peru, como Obama acabou de fazer esta semana.

Vai Brasil..um pouquinho mais de personalidade e autoestima caem bem de vez em quando….Sejamos um pouco mais originais…

Abóbora

Hoje é dia das bruxas. Sou tomado por um momento de profunda reflexão para descobrir quem está apoiando a proliferação desta moda no Brasil. Até alguns anos atrás não se falava de Halloween…Hoje observando vitrines durante o mês de outubro  é fácil ver uma profusão de preto, roxo, máscaras de bruxas, vassouras e sobretudo abóboras. Muitas abóboras, com seu sorriso desdentado. Em função disto, minha principal suspeita sobre quem está incentivando o surto do Halloween recai sobre a Associação Brasileira dos Plantadores de Abóbora. Fiquei pensando em uma possível reunião ocorrida há alguns anos em que algum agricultor iluminado, depois de fazer uma extensão universitária com especialização em marketing resolveu convencer os colegas a reposicionar o vegetal no mercado.

– O primeiro passo é renomear o nosso produto…nada de abóbora ou gerimum, daqui para frente seremos plantadores de  “pumpkins”. Como “pumpkin” descolaremos a nossa imagem de parceiros preferenciais de produtos de baixo valor agregado como a carne seca, a farinha e a rapadura…Queremos distância deles…são baratos, tem vendas regionalizadas e limitam o nosso potencial. Precisamos atingir a Emerging Middle Class brasileira ! Temos que ser fashion,descolados…Chamaremos estilistas para decorar as suas “pumpkin” e divulgaremos press releases desta ação com objetivo de cavar um espacinho na Caras. Com uma pequena contribuição monetária de cada um, poderemos também assegurar uma entrevista do presidente de nossa associação no programa do Amaury Jr. … se negociarmos bem podemos até pedir para ele exibir flashes da festa de Halloween em Miami.

Alguns agricultores mais tradicionais ficaram ressabiados…Será ? Isto tem alguma relação com o Brasil ?…Nem comer as abóboras as pessoas vão. Irão deixá-las banguelas e caolhas…Bruxas com fisionomia de gringas ? Nós já temos Curupira,  a Cuca do Sítio do Pica-Pau Amarelo e até  Saci Pererê que metem medo em todo mundo. Junto com as abóboras irão tentar vender também balas e doces ? Mas o dia de Cosme e Damião não é em setembro ?? E a festa da abóbora agora se chamará Halloween ou se for muito difícil de falar, Rélouin ? O que quer dizer isto ?? Este texto é uma obra de ficção, talvez inspirada pelo medo de monstros e zumbis que rondam a noite,  mas foi a única tese  que a minha imaginação conseguir criar para entender a súbita paixão brasileira pelo dia das bruxas e suas abóboras, ou melhor, pumpkins…

Bolinhos, pique pique e reflexões sobre a data de nascimento

Esta foi uma semana cheia de aniversários acontecendo perto de mim, mulher, filho, sobrinhos… Festas, bolinhos, mensagens do além que chegam via Facebook. Tudo acontecendo em ritmo de micareta, um carnaval fora de época em que todo dia tem uma comemoração ! Como alguém que nasceu no dia 30/12 (meu pai sempre falou que o parto foi acelerado para dar tempo de conseguir me lançar como dependente do imposto de renda dentro daquele ano e diminuir o que ele precisava pagar ao governo), celebrações de aniversários nunca foram uma constante na minha vida e jurei que jamais deixaria que meus filhos nascessem entre +- 20/12 e 05/01. É certeza que se isto acontecer, o tema terá que ser tratado futuramente com o analista: presentes que não aparecem, amigos e familiares que não telefonam, inexistência de festas…Dramático e horas de divã para recuperar a auto-estima ! Hoje percebi que não estou sozinho ! Vi que nos EUA , ainda que por motivos diferentes há uma queda de 5,3% nos partos naturais e 16,9% nas cesáreas no dia do Halloween (31/10) vs. a média de nascimentos dos outros dias. A data está relacionada a azar e mau agouro e ninguém quer que o filho passe por isto. Em compensação, no dia 14/02, dia dos namorados, o número de partos naturais cresce 3,6% e o de cesárias 12,1% ! Resumo: baciada de aniversariantes em 14/02…o famoso varejão ! Para quem quiser ver a reportagem sobre o tema está no site da http://www.abcnews.go.com

Posts anteriores

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Rumo a um bilhão de hits

  • 62.628 hits

Páginas mais populares

novembro 2018
S T Q Q S S D
« jun    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  
%d blogueiros gostam disto: