Resumo do Oscar 2014

BhxWaNuIEAEqKu_Noite de Oscar…Aí vai o meu resumo da festa:

Oscar “Medida Certa”. Para Matthew McConaughey (ator principal) e Jared Leto (ator coadjuvante). Protagonizaram a cota de sacrifício de perder 25 Kg cada um….Algo para deixar Gabi Amarantos e Preta Gil morrendo de inveja. O máximo que ambas conseguiram foi um tempo no Fantástico e o apoio do Tadeu Schmidt…Nada comparável a um Oscar. O filme que justificou o prêmio ? Apenas um detalhe…Eles ganharam pelo seu “extreme make over”  e não por Dallas Buyers Club, que é bem mais ou menos…

Oscar “Deusas do Estilo”. Para Cate Blanchett (atriz principal), irritantemente elegante mesmo quando a sua Jasmine aparecia vestida de calça jeans e camiseta branca ou tendo um surto psicótico e de maquiagem borrada. Na mesma linha, o prêmio de atriz coadjuvante foi para a nossa  nova amiga Lupita Nyong’o, que até a semana passada ninguém sabia quem era, mas apareceu vestida com um traje da Prada com o qual até eu fico bonito…Lupita para mim criou uma nova categoria, a da sub atriz coadjuvante, pois assisti o seu filme e se o coitado do Solomon ficou preso, trabalhando duro por 12 anos, a Lupita ganhou o Oscar tendo trabalhado por uns 12 segundos…

Oscar “Culpa no cartório”. Reza a lenda que um dos primeiros sintomas de que um homem aprontou alguma coisa é quando resolve mandar flores, comprar presentes e dizer coisas românticas para a sua esposa…Exatamente assim se comportou a Academia em relação a  “12 anos de escravidão”. O tema do filme é tão sensível e as manchas que a escravidão deixou na história americana são tão fortes, que é mais fácil assumir a culpa do que explicar as razões: Oscar para ele ! Não sei se alguém se lembrará de “12 anos” daqui a algum tempo…É um filme bem produzido, correto mas que não me parece que ficará para a posteridade.  O “Lobo de Wall Street” era o avesso, com absolutamente tudo de politicamente incorreto que se pode imaginar em 3 horas de filme…Senti falta, de alguma coisinha para o “Lobo” , mesmo que fosse “Melhor Edição de Áudio”…Depois da cerimônia deve ter dado crise de consciência no pessoal que votou…

Oscar “Os nossos coreanos são mais criativos”.  Para Samsung Galaxy por ter feito o melhor merchandising da história do cinema. A “selfie” de Ellen DeGeneres, retweetada mais de um milhão de vezes, foi a grande estrela da noite… Esta foto sim, merecia o Oscar de efeitos especiais (para a imagem do produto é bem verdade….)

Agora só resta esperar os filmes do ano… Garantido mesmo é que  certamente a Meryl Streep será candidata a alguma coisa e quando a Jennifer Lawrence cairá no tapete vermelho…

Família Mexicana

album-de-familia-destaque-610x250Este final de semana fui assistir a “Álbum de Família”, novo filme de Meryl Streep e Julia Roberts. Saí do cinema com a certeza que tenho a família mais estruturada do mundo e que as briguinhas em época de natal são bem café com leite…

O filme conta a história de três irmãs que voltam para casa para cuidar da mãe, após o desaparecimento do pai delas. O “get together” da turma é bem pesado, com acusações, conflitos e segredos que vão sendo revelados. Sobra para todo mundo…a lavanderia de insultos não poupa nenhum personagem e só quem é aparentemente normal, é a empregada doméstica … Embora a atuação de Meryl Streep no papel de matriarca viciada e doente, faça dela uma candidata natural a ganhar o seu bilionésimo Oscar, achei que o filme não conecta com o espectador. Ele não vê naquela família, a sua família.

Tudo é tão hiperbólico e “radioativo” que não existe a empatia. Todo mundo tem um primo bobo ou uma tia chata, mas o primo bobo do filme é tão booooobo que ele deixa de servir como referência e a trama em torno da família vira uma pura obra de ficção. Fica a impressão que você está assistindo a uma novela em que os roteiristas tem como função principal surpreender o público com pacotinhos de novidades a cada cinco minutos para conseguir manter a sua atenção e por consequência, a audiência. …Reunir em uma mesma família suicídio, traição, pedofilia, doença, violência e concentrar isto em duas horas foi um pouco demais para mim. Enfim, boa sorte para a Meryl mas o filme dela não me representa…Virou uma família esteriotipada, estilo “novela mexicana”. Para completar, só faltou a Chispita baixar no encontro deste clã de Oklahoma….

Posts anteriores

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Rumo a um bilhão de hits

  • 74.069 hits

Páginas mais populares

Mensagem ao Ursinho Puff
Carne fraca, miolo mole
A força da camisa
La garantia soy yo
Bonequinha de Luxo
junho 2022
S T Q Q S S D
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  
%d blogueiros gostam disto: