Último capítulo

Mulheres em geral nunca foram capazes de entender como os homens após acompanharem uma partida de futebol, transmitida ao vivo, tem paciência para assistir programas esportivos que nada fazem além de recontar a história do jogo e  estabelecer debates épicos sobre a existência ou não de um penalti, se o impedimento foi corretamente marcado e se o jogador deveria ou não ter sido expulso. O resultado já está definido, nada mais mudará, os comentaristas desfilam um festival de obviedades mas lá estamos nós, homens do Brasil, prestigiando as chamadas “mesas redondas” com seus cenários toscos, anunciantes bizarros e conteúdos ocos. Neste final de semana, descobri que além da mesa redonda futebolística, criou-se no país uma enorme mesa redonda novelística. Com um agravante…era impossível mudar de canal ou desligar as pessoas. Em cada lugar que você ia, recomeçava o debate…E aí ? O que você achou do final da novela ? Pronto…horas e horas de discussão e comentários sobre a morte do Max, o destino da Carminha, a chatice da Nina, a idolatria ao Tufão. Isto não bastava…as pessoas queriam criar finais diferentes e davam vazão a sua imaginação, criticando ou defendendo apaixonadamente o autor da novela . Confesso que como alguém que não é noveleiro, me senti voltando de uma temporada na lua, completamente alienado . Tenho certeza que um monte de gente assistiu a reprise do último capítulo para ver se o final se modificava e ficava mais próximo de suas fantasias criativas. Alías, deveriam ter feito um “Você decide” para este capítulo e cobrado R$ 10,00 por cada  voto… O engajamento era tamanho que com a renda obtida a Globo poderia ter mandado a turma do Divino em bloco para a Capadócia para animar a próxima sessão de  tortura (neste caso turca e não chinesa) da Glória Perez ou se existisse um apelo mais social, financiado uns dez anos de “Criança Esperança versão Lixão”, tirando todos os personagens da miséria. Quem sabe não adaptam esta idéia para o “Vale a Pena Ver de Novo” de Avenida Brasil , que se dependesse da maioria, poderia estrear amanhã. A verdade é que depois de um final de semana de ressaca de “Avenida Brasil”, ganhei um crédito quase vitalício para  assistir “Linha de Passe”, “Terceiro Tempo”, “Cartão Verde”, “Bem Amigos”  e para a vingança ficar ainda mais doce, zapeando de um canal para o outro e com direito a merchand do Milton Neves, no lugar do Oi,Oi,Oi. 

Oi,oi,oi

Fim de semana no interior . 3 casais. Um marmanjo se manifesta: teremos que jantar mais cedo…a novela está emocionante e não quero perder o capítulo de hoje. Não, ele não falou nada sobre assistir o jogo do Palmeiras brigando para fugir do rebaixamento. Ele queria saber se o Tufão iria finalmente espancar o Max…Desde que o rapaz revelou sua faceta noveleira, estabeleceu-se uma espécie de  pacto velado em que todos os assuntos passariam a orbitar em torno da novela. Me senti no vácuo… Meu repertório noveleiro é próximo de zero. Para mim Sinhozinho Malta, Odorico Paraguassu , Jorge Tadeu e Beto Rockfeller são a mesma pessoa e a Carminha matou a Odete Roitman com o candelabro no hall.

Durante a refeição, que transcorria em ritmo de fast food, com dez olhos vidrados no relógio, fui sendo acuado. Eu tentava falar de música e alguém cantarolava Oi,oi,oi… divagava sobre o Corinthians e o mundial no Japão e o papo acabava no Divino Futebol Clube… fofocava sobre um conhecido que se casou novamente e ele era comparado ao  Cadinho. Até a Tessália, famosa “quem ?” versão 2012, foi trazida para a mesa e descobriu-se que era inquilina na vida real de um membro do grupo. Foi o apogeu…

Poucos minutos depois e lá estavam 5 noveleiros petrificados na frente da TV. O silêncio e a tensão só eram quebrados pelo intervalo comercial e o horário político. De repente surge o Lula na tela. Sim, Lula o ex-presidente e garante que os Taubateanos podem confiar e votar no Isaac, candidato dele, que os trilhos de trem que cortam Taubaté sumirão (O que será que isto quer dizer em termos práticos ???) .  Ficção e realidade se entrelaçando e eu não sabia o quê era o quê . Concluí que era bem possível que o mundo acabasse em 2012. Achei melhor ir dormir…

Posts anteriores

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Rumo a um bilhão de hits

  • 70.733 hits

Páginas mais populares

Lições
maio 2021
S T Q Q S S D
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31