Dilemas do Leonel

Hoje Leonel acordou entediado…Lá vou eu de novo, ter que aguentar horas de discursos até pegar mais um troféu. Não sei nem onde colocar mais este cacareco…Não está cabendo na estante ! Ainda terei que agradecer em público…um ano falei da importância dos meus pais, no ano seguinte agradeci o Xavi e Iniesta, depois disse que não seria nada sem a minha esposa. E agora ? Quem coloco no discurso ? Que tédio…Ir para a Suiça, passar frio só para carregar mais um enfeitizinho dourado. E os jornalistas ? Tudo de novo…as mesmas perguntas. E o olho gordo do Cristiano Ronaldo, me fuzilando ? Já sei…Vou arrasar este ano. Se colocar uma melancia no pescoço vai pegar mal, então eu vou fantasiado de smoking de bolinha. Minha roupa chamará mais atenção que o resto. Ninguém acreditará. Ficarei livre ! Se a estratégia der certo, ano que vem vou fantasiado de Carmem Miranda. Ou melhor, para evitar conflitos com os vizinhos brasileiros eu vou de dançarino de tango ! Já cansei de ser o melhor jogador de futebol do mundo, agora quero me divertir. Se vão falar de mim, pelo menos arrumem outro assunto. Me valorizem por outras coisas !

Preconceitos e seus efeitos

Blatter, o iluminado

Esta semana fomos brindados com uma declaração iluminada do presidente da FIFA, Joseph Blatter, que disse que não havia racismo no futebol, apenas disputas e discussões que ocorriam dentro do campo e que deveriam ser resolvidas com um aperto de mão. Frente a tamanha besteira, choveram ataques de todos os lados, de David Beckham ao primeiro ministro da Inglaterra, todo mundo jogou a sua pedrinha no poeta. O que achei mais interessante no entanto, é que li ontem no Brand Republic, que a companhia aérea Emirates está estudando não renovar o seu contrato de patrocínio com a FIFA. São apenas US$ 200 milhões…

A Emirates é uma das 6 patrocinadoras oficiais da Copa do Mundo e não quer ter a sua imagem associada a entidades lideradas por pessoas que fazem declarações deste tipo. Os outros 5 patrocinadores também foram obrigados a vir a público e dizer que não toleram o racismo. Aliás, por falar em racismo e preconceito, a Benetton ressurgiu….e bem mais legal do que o ruído causado pelas imagens de beijos entre celebridades da sua nova campanha publicitária, é o filme que está por trás da idéia e que se chama UNHATE. Passou completamente despercebido em função da polêmica causada pela bicotinhas do Papa e do Obama mas tem mensagens fortes contra todas as formas de discriminação.

Foi bom para me fazer lembrar que a Benetton ainda existe e ter uns flash-backs de uns casacos de cores bonitas que tive na adolescência…Para mim a Benetton já havia se juntado a outras marcas mais extintas a ararinha azul e ao mico leão dourado como espécies quase em extinção.

Posts anteriores

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Rumo a um bilhão de hits

  • 70.629 hits

Páginas mais populares

Sorvete Napolitano
Jogo do banquinho
DNA para vira-latas
Pele e alma
abril 2021
S T Q Q S S D
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  
<span>%d</span> blogueiros gostam disto: