Lin, a cinderela da NBA

Jeremy Lin é o fenômeno do momento da NBA, a liga de basquete americana. A sua história é incrível. Parecia ser um filho de imigrantes de Taiwan, sempre bom aluno mas que gostava mesmo de jogar basquete. Foi bem quando fazia o high school e tentou lugar nos principais times de basquete universitário, o atalho para chegar a liga profissional. Nada…não foi escolhido.
Por ser um bom aluno, acabou ganhando uma bolsa justamente de Harvard, famosa pela qualidade de seu ensino mas sem nenhuma tradição no basquete universitário. Estudou,se formou com notas altas em economia e ainda continuou jogando bem no time da faculdade.
Tentou duas vezes ser selecionado por um time da NBA e não conseguiu. Ser escolhido por um time profissional jogando por Harvard é ir contra qualquer estatística. Mas Lin não desistiu. No meio da temporada foi contratado por duas temporadas pelo Golden State Warriors, o equivalente ao Grêmio Barueri do campeonato brasileiro. Conseguia assim ser o primeiro jogador desde 1953 a ir para a NBA tendo estudado em Harvard. Mas Lin mal teve a chance de jogar. Foram pouco mais de 50 minutos acumulados…Foi mandado embora ao final do primeiro ano e pensou em desistir.

No final de dezembro sua sorte começou a mudar. O time de Nova York, os Knicks, estavam sem um armador reserva e resolveu assinar um contrato com Lin, que estava desempregado. Lin assinou um contrato de US$ 762 mil/ano. Muito? Sim, mas não para o padrão da NBA. Este é o piso salarial do elenco, vinte vezes menor que o salário das grandes estrelas.
Como a fase dos Knicks era horrorosa, com 11 derrotas em 13 jogos e o armador titular estava afundando, o técnico, no desespero, resolveu colocar Lin para jogar. E aí o conto de fadas começou…No primeiro jogo contra os Nets, 25 pontos + sete assistências. Contra Utah, 28+8, contra os Wizards 23+10 e ontem contra os Lakers, em um dos maiores clássicos da NBA, 38+7 e Lin foi o grande herói. Era o que bastava…quatro jogos, quatro vitórias e Lin virou celebridade e garantia de muitos dólares futuros vindos da Ásia. Uma verdadeira história de Cinderela.

Contra os Lakers, o conto de fadas de Lin


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Posts anteriores

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Rumo a um bilhão de hits

  • 66.271 hits

Páginas mais populares

Jogo do banquinho
Keep walking de metrô e não de carro
O mítico pão de semolina
Mensagem ao Ursinho Puff
Mostarda mas não falha
fevereiro 2012
S T Q Q S S D
« jan   mar »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
272829  
%d blogueiros gostam disto: