Recrutamento e Seleção

noticia_73518Você poderia me contar quais foram as suas maiores realizações na sua empresa anterior ? Se você estivesse no meu lugar, porque eu deveria te contratar ? Qual a sua maior fortaleza e onde ainda pode se desenvolver  ? Me fale onde você pretende estar nos próximos 5 anos ?

Com pequenas variações, as entrevistas de emprego acabam tendo um roteiro mais ou menos programado. Logicamente, os candidatos também acabam se preparando para responder sempre às mesmas perguntas e chegam com discursos pré-fabricados, pensando mais em falar o que acham que o entrevistador gostaria de ouvir, do que em expor a verdade.

Depois de entrevistar um candidato recentemente, fiquei com vontade de me inspirar no que a Heineken fez.  A Heineken, preocupada com a previsibilidade do comportamento da turma, resolveu radicalizar no processo seletivo de um estagiário (coitados, sempre eles são as cobaias… uma espécie de beagles do Instituto Royal, do mundo corporativo).

Como você se comportaria se o seu entrevistador resolvesse andar de mãos dadas com você pelo escritório ? E se ele tivesse um ataque cardíaco no momento da entrevista ? Bem…nada disto faz parte do script tradicional ou das boas práticas dos manuais de RH. O resultado pode ser visto neste vídeo e se não garante que o candidato venha a ser um profissional de sucesso, pelo menos o qualifica para ser um astro de internacional de pegadinhas …

PS: Apesar da inspiração, não está nos meus planos passear de mãos dadas com candidatos.

UFC nipônico

Como parte da imersão na cultura local e tentando ampliar o universo esportivo para além de uma bola de futebol, fomos em busca de uma luta de sumô. Fomos rapidamente informados pelos nativos que não era época dos campeonatos e que deveríamos nos contentar em assistir os lutadores praticando em uma academia. Lá fomos nós…Imaginava que chegaria a uma Cia Athletica nipônica, dotada de tecnologia e equipamentos de ponta. Nada…um ginásio simples e discreto perdido no universo urbano de Tokyo. Chegamos lá, tiramos os sapatos e fomos orientados a assistir em silêncio ao treino. Os lutadores obesos,certamente alimentados com algo mais que sushi e sashimi, vestem apenas um traje que lembra uma fralda e ostentam penteados estilo “Pedrita” , a filha dos Flinstones. Lutam em um piso que parece ser de saibro e não há tatame, o que contribui para deixar os lutadores imundos. Também não há octógonos ou cordas, apenas um círculo, que delimita a área da luta. Em Tokyo porém , um grande ginásio onde se realizam os campeonatos nacionais e que tem capacidade para 45.000 pessoas. Mais do que no UFC número 384.

Depois de uma hora de sumô, vendo os gigantes se trombando, a cota de paciência já tinha acabado. Desconcentrado, fiquei analisando quais dos lutadores alí teriam condição de limpar seu próprio traseiro…Todos ali pareciam aptos. Sim, fomos informados que esta é uma tarefa nobre destinada aos iniciantes, que devem ajudar os lutadores mais obesos que não conseguem realizar tal atividade. Antes de ir embora a minha conclusão é que também no Japão acabam maltratando o estagiário !

Posts anteriores

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Rumo a um bilhão de hits

  • 70.324 hits

Páginas mais populares

Jogo do banquinho
As últimas campanhas da Coca Cola continuam com gás ?
Mensagem ao Ursinho Puff
março 2021
S T Q Q S S D
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  
%d blogueiros gostam disto: