Tabela periódica

tabela periodicaCientistas anunciaram a descoberta de quatro novos elementos que acabaram de ser integrados à tabela periódica. Os novos elementos não existem na natureza e foram criados por aceleradores de partículas que fazem elementos menores colidirem entre si e se fundir. Os átomos criados nessas condições sobrevivem por apenas algumas frações de segundo.

Com isto, as “caixinhas” com os elementos de números atômicos 113,115, 117 e 118 foram preenchidas e agora a linha 7 da tabela está completa !

Na medida em que 99% da população não entende qual a serventia da tal tabela e se preocupa unicamente em decorá-la para o vestibular, do ponto de vista prático, os grandes impactados por esta novidade serão os estudantes de cursinho. Suas estratégias de estudo terão que ser revisitadas.

Algumas “famílias” de elementos ficaram intactas, como é o caso das famílias 1A e 2A, o que permite que a tradição prevaleça e que os alunos se limitem a decorar as frases clássicas “Li na cama Robson Crusoé francês” e “Bela Margarida casou com o senhor Barata”. As famílias 3A,5A, 7A e 8A porém, foram implacavelmente atacadas por estes cientistas, obcecados por seus umbigos e que almejam apenas reconhecimento pessoal e momentos de glória efêmera. Se antes para estar preparado para as provas, bastava ao pobre estudante decorar versos frugais como “Busco alguém singelamente talentoso”, “Não passo sabão no bilau” , “Os sete porquinhos” e “Hélio nervoso arrancou Kriptonita do xerife Ronaldão”, agora todas estas pérolas da sabedoria popular do cordel pré-universitário, terão que ser reescritas. A maldade dos cientistas foi tamanha, que eles decidiram provisoriamente chamar os novos elementos de ununtrium (Uut), ununpentium (Uup), ununseptium (Uus) e ununoctium (Uuo), inviabilizando qualquer chance das frases originais serem apenas ajustadas. Existem momentos em que a ciência serve apenas para atrapalhar…divulgar isto justo agora na véspera dos vestibulares é no mínimo um desrespeito à comunidade estudantil. Se eu ainda tivesse idade para isto, certamente ocuparia algumas escolas para protestar. Uns quinze dias seriam suficientes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Posts anteriores

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Rumo a um bilhão de hits

  • 65.445 hits

Páginas mais populares

janeiro 2016
S T Q Q S S D
« nov   fev »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
%d blogueiros gostam disto: