Número 2

tj19596_101715_102310_995269

Sinalização indicando que aquela é uma área onde não se deveriam fazer necessidades básicas.

Depois de dias de adaptação ao tempero da comida, fuso horário, poucas horas dormidas e esforço físico contínuo, meu corpo resolve me pregar uma peça e no meio da caminhada sou obrigado finalmente a utilizar um banheiro natural. Lá se foi a minha virgindade …agora o trekking ficou raiz de verdade.

Eis que percebo que a lei de Murphy é válida em qualquer lugar do mundo… Sentadinho na moita eis que vejo um senhor nativo subindo a trilha…Tanto lugar do mundo para ir no banheiro…aquela imensidão de natureza e vai aparecer alguém! Quando penso no que vou fazer (não que houvesse muito), percebo que o homem bate uma varinha de um lado para o outro, tateando o caminho. Ele era cego e pude concluir minhas atividades em paz.

Ir ao banheiro ao ar livre não é um grande problema na região. Pelo contrário. É hábito tão estabelecido que ao longo do trekking existem alguns trechos com placas que indicam que aquela é uma “defecation free zone”por estar perto de uma área sagrada. Há também uma preocupação em educar a população a utilizar o  banheiro por questões sanitárias. Naquele momento eu não estava em zona sagrada e não tinha aderido a um hábito local…Era desespero mesmo.

IMG_4062 2

A paisagem da qual já começo a sentir saudades

Recuperado e mais leve, volto ao ritmo de marcha…Uma caminhada de umas três horas nos leva ao ao topo de um morro (depois desta viagem nada com menos de 6000m receberá a denominação de montanha) com uma vista espetacular da Annapurna e seus vizinhos. As montanhas que no começo pareciam todas iguais, agora se transformaram em companheiras com personalidade própria.

O trekking está chegando no fim. Acaba no dia seguinte… e em minha já tradicional espelunca noturna, vou dormir pensando que sentirei saudades da rotina e da experiência.

Posts anteriores

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Rumo a um bilhão de hits

  • 62.941 hits

Páginas mais populares

dezembro 2018
S T Q Q S S D
« jun    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  
%d blogueiros gostam disto: