Brinquedo novo

A minha vinda para os Estados Unidos esta semana coincidiu com o dia de chegada as lojas do IPad 3, ou the new Ipad, como a Apple decidiu chamá-lo. Não sei se ele é tão mais rápido, se a definição da tela é tão melhor ou se o leitor de retina realmente funciona….O que sei é que é novidade, que eu estava por aqui e que faria o meu esforço de logística para comprá-lo. 
Assim foi. Mal minha reunião acabou e lá fui eu em busca da Apple Store mais próxima. Procurei manter minha expectativa baixa…o risco de já ter acabado e de eu voltar para casa de mãos vazias era real. Sempre tem uns mais esquisitos do que eu, dispostos a dormir na porta para serem os primeiros a terem a novidade, aparecerem na TV e zerarem os estoques nos primeiros dias.
Deu certo ! Os nerds deram uma chance, se esqueceram da loja em que eu fui e ainda tive a chance de escolher se queria preto ou branco. Já que não tenho certeza se o novo será tão diferente do Ipad 2, resolvi mudar de cor…assim me convenço que ao menos alguma coisa é diferente e não me confundo.
Para alguns, esta é uma compra técnica…o que mudou ? melhorou mesmo ? Há quanto tempo tenho o Ipad velho ? Quando virá a nova versão ? 
Para mim é puramente emocional. Dizem que a única diferença de meninos para homens é o tamanho e o preço dos seus brinquedos…Hoje estou me sentindo um menino bem feliz ,louco de vontade de brincar e de mostrar o brinquedo para os amigos.

De IPad para ICrash

Qual a sensação que você tem quando o seu IPad de estimação se esborracha no chão e a tela se transforma em um mosaico de cacos de cristal líquido ? No meu caso, a primeira reação foi procurar quem culpar. Pensei nas crianças e na empregada mas como eu estava sozinho, a responsabilidade obrigatoriamente recaiu sobre mim mesmo. Me repreendi duramente, me julguei uma anta e me auto-flagelei. Como nada disto foi suficiente, veio a dúvida entre esperar 2 meses e comprar um possível IPad 3 ou encarar o olhar de reprovação do vendedor da Apple Store, fazer cara de carente e chorar um desconto para pegar um novo. Ficar mais dois meses olhando a tela em migalhas e me recriminando pela orelhada, certamente geraria um mau humor tamanho em mim que a dúvida se dissipou rapidamente. Aproveitando que eu estava nos EUA, lá fui eu para a Apple Store. Algumas lendas da Internet diziam que a Apple reporia o meu Ipad de graça. Bem que tentei chegar com cara de vítima, de nerd abalado, mas não foi bem assim…Recolheram o IPad antigo e me venderam um novo, exatamente igual,pela metade do preço. Já sai da loja com o novo IPad clonado, com todos os aplicativos e configurado de maneira idêntica ao original. Achei justo e simpático, afinal eles não tiveram nada a ver com a minha falta de coordenação motora ao derrubar o IPad.

O aplicativo da Apple Store. Você mesmo processa sua compra na loja...


O vendedor ainda me ensinou que se eu baixar o aplicativo da Apple Store para a IPhone, consigo entrar na loja e comprar acessórios sem sequer ter que falar com ninguém. O aplicativo transforma meu celular em um leitor de código de barras e processador de cartão de crédito e eu mesmo faço tudo. Por isto a Apple é a Apple.

Reflexões em forma de maçã

“We think the Mac will sell zillions, but we didn’t build the Mac for anybody else. We built it for ourselves. We were the group of people who were going to judge whether it was great or not. We weren’t going to go out and do market research. We just wanted to build the best thing we could build.

When you’re a carpenter making a beautiful chest of drawers, you’re not going to use a piece of plywood on the back, even though it faces the wall and nobody will ever see it. You’ll know it’s there, so you’re going to use a beautiful piece of wood on the back. For you to sleep well at night, the aesthetic, the quality, has to be carried all the way through.

And finally:

Your time is limited, so don’t waste it living someone else’s life. Don’t be trapped by dogma — which is living with the results of other people’s thinking. Don’t let the noise of others’ opinions drown out your own inner voice. And most important, have the courage to follow your heart and intuition. They somehow already know what you truly want to become. Everything else is secondary. “

iSad

 

Fiquei pensando um pouco sobre a morte do Steve Jobs.Reflexões que variaram desde como com todo o dinheiro do mundo ele não conseguiu se curar e morreu jovem, passando pela sua capacidade de ditar tendências e mudar a vida de milhões de pessoas. Mas o que pensei mesmo é que para mim ele sempre representou a negativa aos chavões clássicos de marketing…duvido que iPods, iTunes e iPads tenham aparecido depois de pesquisas quanti ou com alguém observando consumidores atrás de salas de espelhos. Sempre me identifiquei com a sua visão de que as coisas precisavam ser funcionais mas tinham que necessariamente ter uma estética e design. Quem já abriu uma caixa de um produto Apple sabe o que eu estou descrevendo. Enfim, a verdade é que este é um daqueles caras que eu gostaria de ter tido a oportunidade de conversar por pelo menos cinco minutos. Agora só quando eu encontrá-lo nas iClouds…

Posts anteriores

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Rumo a um bilhão de hits

  • 40,990 hits

Páginas mais populares

agosto 2014
S T Q Q S S D
« jul    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
%d blogueiros gostam disto: